Comece a ganhar
dinheiro com o seu blog

Adquira agora mesmo sua independência financeira
e trabalhe de onde quiser!

Eu quero!
Loading

Intercâmbio de um mês vale a pena?

Por Bárbara Nassar, em

Intercâmbio de um mês vale a pena?

   Meeeus amoores, eu já falei aqui no blog sobre a minha experiência no exterior. Inclusive já dei algumas dicas para quem está pretendendo fazer intercâmbio, como por exemplo, qual empresa escolher e a diferença entre casa de família e residência estudantil. E se tem algo que as pessoas sempre me perguntam é: intercâmbio de um mês vale a pena?

   Minha resposta é sempre é a mesma. Todo mundo precisa ter uma experiência internacional, e não digo apenas como turista. Ter a vivência de ser um local em outro país nos faz amadurecer demais, a sair das asas dos nossos pais, conhecer novas culturas e assim vai. Então se você é daqueles com uma vida muito ocupada, que dispõem apenas o período de férias para viajar ou até mesmo que possuí filhos aqui e não pode ficar muito tempo longe, então vai. Se joga. Porque pode parecer pouco tempo, mas não é. Tenho muita história para contar e ninguém acredita que tudo aconteceu em apenas um mês.

   Claro que, neste caso, você já tem que ter uma experiência na língua extrangeira. Você não vai conseguir aprender do zero, mas vai conseguir aperfeiçoar e melhorar a sua confiança na hora de falar. Minha opinião é, seja qual for o tempo, é uma experiência única e vale a pena.

   Separei cinco dicas para quem quer fazer um mês no exterior:

  
1. Ter uma base mínima do idioma.

   Como falei antes, é muito difícil aprender do zero uma língua nova em apenas um mês. Conheci pessoas que fizeram, e claro que aprenderam um pouco. O que acontece é que quando a pessoa finalmente começa a aprender e a se comunicar sem ser por mímica, ela tem que ir embora. E por sem um investimento caso, é melhor ir com uma base. Assim esse um mês vai servir para melhorar e te trazer mais confiança.

  
2. Escolher um curso com mais carga horária.

   No primeiro intercâmbio de um mês que eu fiz, escolhi o semi intensivo. Ou seja, alguns dias da semana eu tinha aula até o final da tarde. E era muito bom, me ajudou demais. Claro que as vezes me dava vontade de sair e ir conhecer um lugar novo com o pessoal, mas eu estava focada em melhorar meu nível de inglês.

  
3. Não andar com brasileiros.

   Essa dica vale para qualquer situação. Você pode ficar 1 mes ou 1 ano. E não vou mentir, meu grupinho eram quatro brasileiras. Mas evitávamos andar só nas quatro, pois se tivesse algum gringo junto, eramos obrigadas a falar inglês para não deixar a pessoa isolada. Ou mesmo quando ficávamos sozinhas, tentávamos combinar de falar apenas em inglês, as vezes funcionava hahaha.

  
4. Prestar atenção em vocabulário do dia-a-dia.

   Aprendi muito vocabulário novo escutando o meu professor falar, a família que me hospedou, até mesmo as crianças. Morando em outro país você começa a ter um cotidiano muito diferente, e aprende palavras que você nunca ouviu na sua escolinha de inglês. Se bobear vai sair falando várias gírias.

  
5. Praticar.

   Não adianta nada você ter vergonha de falar e pedir para outro fazerem as coisas por você. Coloque a cara a bater, vá sem medo de errar e compre o ticket do trem, reserve entradas para aquele passeio, resolva alguma confusão. Não deixe que os outros pratiquem no seu lugar!

gostou do conteúdo?

dê sua opinião ou deixe sua dúvida!

58 comentários

Veja mais comentários:
1 2 3

Faça sua busca!