Comece a ganhar
dinheiro com o seu blog

Adquira agora mesmo sua independência financeira
e trabalhe de onde quiser!

Eu quero!
Loading

#19: Otimize o SEO no seu blog

Por Bárbara Nassar, em

Como ter um SEO bom

   Meus amores, muitas blogueiras me buscam para tirar dúvidas e, principalmente, pedindo ajuda. Afinal a blogosfera é muito grande, e são tantas possibilidades que as vezes ficamos perdidas, eu mesma ainda tenho muito que aprender. Pensando nisso, e me inspirando em blogs americanos que já fazem isso, resolvi fazer um guia para auxiliar a criação do seu blog, nele vão ter dicas de conteúdo, divulgação, análises de crescimento e entre outros. Tenho certeza que irá ajudar muitos blogueiros iniciantes, e até mesmo os que já são mais experientes.

   Os posts vão ao ar toda terça feira, para encontrar os outros tópicos basta acessar a página principal do guia.

   Muito se fala sobre as técnicas de SEO para aumentar o tráfego orgânico do seu blog, ou seja, aumentar o número de pessoas que acessam o seu blog através do Google ou algum outro mecanismo de busca. Mas a verdade é que para criar um site, que atenda todas as necessidade dos mecanismos de busca, para aparecer na primeira página, não é algo fácil e rápido. Pelo contrário, é uma tarefa que demanda muito tempo e um bom planejamento.

O que é SEO.

   O SEO é uma forma de aumentar os acessos do seu blog através de um conjunto de técnicas e estratégias de otimização. Isso resulta em um melhor posicionamento nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca, como Google e Bing.

   Pode parecer bobagem para alguns, mas para se ter ideia, atualmente, 49.500 pessoas buscam a frase “como criar um blog” mensalmente no Google. Aparecer na primeira página, rende um grande número de acessos no seu blog gratuitamente. Imagine para a palavra “maquiagem”, onde a média de pesquisas é de 450.000 mensais.

Como funciona o Google.

   Para começar a elaborar uma boa estratégia de SEO, é fundamental entender como sistema de busca do Google funciona. O mecanismo é dividido em duas sessões, os resultados orgânicos (são gratuitos através do SEO), e os resultados pagos.

   Os resultados pagos são marcados com o texto “anúncio” em amarelo no topo ou na lateral direita da página. Para aparecer nesses espaços, você precisa pagar pelo clique através da ferramenta do Google chamada Google AdWords.

   Já os resultados orgânicos se localizam logo embaixo dos anúncios pagos. Para mostrar uma lista de resultados eficiente, o googlebot varre todos os sites e filtra todos os encontrados de acordo com o seu algoritmo, que por sinal é algo bem complexo. Tudo isso em questão de segundos. Eles sempre focam na experiência do usuário, por isso não adianta ficar repetindo mil vezes a palavra chave no texto e achar que isso é suficiente. Eles só vão mostrar o seu blog, se achar que o conteúdo vai ajudar o usuário a achar o que procura.

Tipos de consulta no Google.

   Todos os dias ocorrem milhares de pesquisa no Google. E o primeiro passo para aprender SEO, é entender o que o usuário procura e qual a intenção da pesquisa que ele está fazendo. Isso é fundamental para a criação da estratégica, e assim, atrair o público correto para o seu blog:

    • Navegacional:
   Neste caso você faz uma pesquisa procurando por algum site específico. Por exemplo, as vezes você não se lembra o nome exato do meu blog, ou o meu nome, ou até mesmo tem preguiça de digitar a URL completa, e escreve apenas “Love is Colorful”. O browser automaticamente abre o Google, com o meu blog no topo das pesquisas. Neste caso, você já sabia o site que gostaria de acessar, por isso não tem nada o que fazer.

    • Informacional:
   Acontece quando o usuário quer saber mais sobre um determinado assunto. Um exemplo deste caso, é quando pesquisar no Google sobre “como melhorar o SEO”, “como cuidar da pele” e entre outros assuntos que você gostaria de aprender mais. Neste caso, o usuário não sabe em qual site chegará para encontrar o que procura, por isso a importância de estar na primeira página.

    • Transacional:
   Ocorre quando o usuário está procurando algum produto ou serviço. Por exemplo, se pesquisarem por “compra de tênis Adidas Superstar”, “serviço de SEO para blog”. Esse tipo de consulta é muito valiosa para empresas e lojas, principalmente online.

comomelhoraroseo

Fatores de rankeamento SEO.

   Nada mais prazeroso do que ver nossa página em primeiro lugar no Google. Para realizar a otimização do SEO do seu blog existem dois tipos: a On Page e Off Page. Existem vários fatores de rankeamento, mas iremos focar somente nos principais pontos de cada um.

Tipo de SEO – On Page.

   Se refere aos fatores relacionados ao próprio site, onde você pode estar melhorando com facilidade, como URL, título, conteúdo, tempo de carregamento, e entre outros. Eles são fundamentais para que os mecanismos de buscas entendam e percebam que o seu conteúdo se relaciona com o termo pesquisado.

    Mobile friendly:
   Desde Abril de 2015, o Google lançou o Mobile-Friendly. Os sites otimizados para celular e tablets recebem um posicionamento melhor no ranking. Ou seja, para uma boa colocação nas palavras-chave mais utilizadas, é essencial um layout responsivo.

    Conteúdo do blog:
   Fazer um bom conteúdo é essencial para o blog. Não apenas para fazer as leitoras voltarem, mas também para o SEO. Inclusive na hora de escrever um post, temos que pensar em algumas coisas. O Google analisa a densidade da palavra-chave no seu texto, por isso o ideal é repeti-la pelo menos três vezes. Cuidado para não ter repetição demais, o Google entende isso como uma técnica Black Hat, e sua página pode ser penalizada.

   Além disso, ele analisa as palavras em negrito e até mesmo em itálico. Ele entende que essas palavras possuem mais relevância no seu post, por isso não é bom colocar qualquer palavra em destaque. Tente colocar pelo menos uma palavra em negrito em cada post.

    Título da página:
   Propriedade do código HTML (title). Ela identifica qual nome deve aparecer no topo do navegador ao acessar o seu blog. Além disso, é o nome que irá aparecer nos resultados de busca do Google. Esse é um fator que pesa muito no SEO, por isso, pense muito bem o que irá escrever, resumindo tudo que será abordado. Além disso, preste atenção na ordem das palavras, as primeiras tem mais relevância para o Google.

    Meta Description:
   Na verdade, a meta description não é levada em conta na hora de fazer o seu rankeamento, ou seja, nada serve para o SEO. Porém, essa descrição é o que vai aparecer logo embaixo do título nos sites de busca. Ela tem o poder de convencer a pessoa a entrar na sua página.

    URL:
   O Google identifica palavras-chave também na URL do seu blog. Por tanto, na hora de criar um post o ideal é que a URL tenha detalhes do post, como por exemplo: loveiscolorful.com/guia-da-blogosfera-em-28-passos/. Quando mais descritiva e amigável, melhor. Mas nada de fazer URL gigantescas.

    Imagens:
   O Google não enxerga da mesma maneira que a gente. É necessário inserir o atributo alt=”” nas imagens para que o Google entenda o que tem neste espaço, caso contrário, é como se toda essa área fosse um espaço em branco, sem conteúdo. Na hora de aplicar uma imagem, são necessários prestar atenção em três fatores: nome, texto alternativo, e conteúdo. No primeiro caso, você deve evitar números no nome da imagem, sempre defina o assunto no nome, por exemplo: SEOparablogs.jpeg. No segundo caso, o texto alternativo é o atributo alt=””, onde se deve colocar uma breve descrição. E por fim o conteúdo, a imagem deve ser colocada em um local apropriado, próximo do que ela se relaciona.

    Headings:
   Os headings são essenciais para entender os principais assuntos do post. É como se fosse o índice de um livro, onde vai de h1 até h6, sendo em ordem de importância. Geralmente o h1 é o título da página.

    Palavras-chave:
   As palavras-chave do seu posts são de extrema importância, e se você não as pesquisa antes, você está perdendo tempo. Eu já fiz um post no Guia Blogosfera falando apenas desse assunto, então não deixe de acessar.

Tipo de SEO – Off Page.

   Nesse caso, ele leva em conta como os outros sites se relacionam com o seu. Os fatores são a quantidade de links indicando o seu blog, o page rank desses sites ou blogs que indicam o seu, onde o link para o seu blog está posicionado e entre outros.

    Backlink:
   Backlinks são links de outros sites/blogs que apontam para o seu. Nesse caso ele não leva em conta apenas a quantidade de links, mas sim, o rank de cada um desses sites/blogs. Inclusive a posição de onde o link aparece é levado em conta, por exemplo, links na sidebar costumam ser levado menos em conta do que no meio do post.

    Redes Sociais:
   Menções do seu blog e quantidade de compartilhamentos nas redes sociais também é levado em conta. Por isso a importância de ter um botão de compartilhamento nos posts, ele pode incentivar as pessoas a divulgarem o seu material.

Ferramentas importantes para SEO.

   Existem várias métricas, e programas que te ajudam a alcançar o seu objetivo, além de acompanhar a sua evolução. Vou citar os mais básicos, para que assim, você possam começar a fazer isso agora.

    • Google Analytics: Relatório para analisar quem acessa o seu blog através dos mecanismos de busca.
    • Google Search Console: Saber quantas vezes o seu blog apareceu no Google (impressões).
    • Majestic.com: Analisa quantos e quais sites/blog possuem link para o seu blog.
    • Keyworldtool.io: Encontrar palavras chaves longas.
    • Yoast SEO: Plugin para Worpress que ajuda na configuração do SEO.

Possui alguma sugestão?

   Se tem algo que eu AMO receber é dicas de leitores. Qualquer sugestão de conteúdo, ou algum tópico que você acha que deveria estar nesse guia, podem me avisar através do e-mail balmeida@loveiscolorful.com. E não se esqueçam de se inscrever na newsletter do blog.

gostou do conteúdo?

dê sua opinião ou deixe sua dúvida!

26 comentários

Veja mais comentários:
1 2 3

Faça sua busca!